BLOG

  • Infinite Consultores

5 ideias para agregar valor aos produtos lácteos

Atualizado: 26 de Set de 2018



Somos um pouco suspeitos para falar, afinal a inovação e a pesquisa estão no coração da Infinite desde o seu início. Mas a nossa equipe realmente acredita que esse é melhor caminho para a sobrevivência e crescimento das empresas de pequeno e médio porte no mercado de alimentos, especialmente no setor lácteo. Por isso abordamos o tema para você entender como agregar valor aos produtos lácteos.


Semanalmente acompanhamos nos veículos especializados a entrada de grandes corporações no mercado brasileiro ou mesmo fusões e aquisições que impactam no crescimento das indústrias locais. Nesses anos todos trabalhando dentro do setor lácteo, pudemos ver de perto como a entrada desses grandes players promove mudanças no ecossistema regional.


Chegamos a um ponto em que as estratégias tradicionais de marketing e vendas não conseguem sustentar a competição dos laticínios locais por produtos como o leite UHT, a muçarela, o iogurte e até mesmo o queijo minas padrão. A boa notícia é que, em paralelo a isso, o mercado consumidor está ampliando a sua demanda por produtos personalizados.


É nessa brecha que despontam os artigos de origem controlada (DOC), as receitas de família, os sabores exóticos, os alimentos funcionais, soluções para dietas com restrição de nutrientes e etc. Essas particularidades são todas grandes oportunidades de diferenciação.


Como agregar valor aos produtos lácteos


É verdade que já faz alguns anos que os termos Gourmet, Glúten Free, Vegan, 0%Lactose, Fit foram incorporados no vocabulário dos consumidores. Porém, o aumento dos cuidados com a saúde e alimentação popularizaram consideravelmente esse desejo por alimentos que tragam não apenas praticidade, mas saúde e bem estar para a rotina alimentar. E sempre que possível, uma experiência diferente do trivial, seja nos sabores ou no modo de preparar e degustar.


Pensando na mudança de expectativa dos consumidores (mais exigentes e mais conscientes) e nos desafios que o mercado de lácteos tem enfrentado, vamos dar aqui cinco sugestões de diferenciação que tornam os produtos mais competitivos nas prateleiras. O consultor Abel Fernandes também falou recentemente sobre isso em nosso Facebook, quando analisou o estudo Brasil Dairy Trends 2020, lançado pelo ITAL em julho deste ano.


1) Produtos Sem Lactose


O mercado 0% lactose está em crescimento e os meios de produção têm se popularizado. A Infinte tem parceiros como a Globalfood, que fornece às indústrias a enzima lactase para fabricação de produtos sem lactose de alta qualidade para o consumidor.


2) Novos Sabores


A rica biodiversidade brasileira está intimamente relacionada com a cultura culinária de cada região.  Os frutos e plantas típicas são um segmento ainda pouco explorado, mas que oferece um grande potencial, pois amplia as possibilidades de novas experiências gastronômicas para o consumidor. Além do estimulo do paladar, temos as propriedades nutricionais e medicinais que podem ser oferecidas como um diferencial.


3) Alimentos funcionais e práticos


Alimentação prática, porém com qualidade. O desenvolvimento de novos produtos podem oferecer ao consumidor sobremesas e iogurtes ricos em proteínas, vitaminas e minerais que garantam a ingestão completa dos nutrientes previstos nas suas dietas, principalmente para aqueles que buscam alta performance nos esportes e no trabalho.


4) Baixo Teor de Sódio


Os consumidores estão de olho nos rótulos e conscientes dos prejuízos à saúde causados pela adição de sódio nos alimentos. Sendo assim, a diminuição ou substituição desse item para a conservação dos produtos já é um diferencial, que pode, inclusive, se tornar um pré-requisito num futuro não tão distante.


5) Selo de Caseína


Para os consumidores que buscam produtos de tradição e garantia de qualidade, o selo de caseína foi uma das novidades apresentadas na vitrine do InovaLácteos, durante o Minas Láctea 2017. O selo é um sistema de identificação individualizada dos queijos por etiquetas de caseína personalizadas, que são inseridas em cada peça durante a fabricação. Assim é possível rastrear a origem dos queijos artesanais, assinalando produtor, lote, local, entre outras informações.



Como inovar?


Além do aprofundamento nessas cinco sugestões, aconselhamos a leitura do report Brasil Dairy Trends 2020, que traz um estudo muito completo a respeito das tendências do setor lácteo nos próximos anos. Para ler o material, clique aqui. 


O desenvolvimento e aprimoramento de produtos lácteos também é uma das expertises da Infinite. Se você quer promover inovação no seu laticínio e permanecer competitivo, conte com a gente para criar novas soluções e te mostrar como agregar valor aos produtos lácteos.


81 visualizações

© 2018 por INFINITE CONSULTORES ASSOCIADOS

  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now